Histórias e Modalidades

HISTÓRIA DA PATINAÇÃO

A patinação nasceu por volta de 3000 a.C., comprovado através de resíduos de patins de ossos encontrados na Suécia, de acordo com o historiador Stefan Lovgren (2008). Acredita-se que a criação dos patins teve como finalidade atravessar lagos congelados com maior velocidade, de acordo com Federico Formenti (2006), o desenvolvimento de estudos sobre a evolução da locomoção sobre o gelo, encontrando resíduos de um patins feito de ossos a 1800 a.C. Os holandeses foram os primeiros a colocar laminas de metal como base para seus patins, por volta do século XIV, de acordo com Mary Bellis (2008), escritora sobre invenções. Os patins de rodas foram reconhecidos pela invenção de Joseph Merlin (1760), Bélgica. A primeira patente de patins de rodas, “four-wheeled” que eram duas a duas paralelamente (tradicional), foi em Janeiro de 1863, feita por James Leonard Plimpton, que foi também o fundador da primeira associação de patinagem de rodas de Nova Iorque (NYRSA). A patente dos patins in-line foi criada na França, em 1819, por Monsieur Petitbled, com rodas em linha que podiam ser de metal, madeira ou marfim. O Robert Henley, sobrinho do Micajah C. Henley, que foi um dos grandes homens da patinação, iniciou a colocação dos rolamentos nos patins por volta de 1890, a partir do pensamento dos rolamentos de bicicletas.

PATINAÇÃO ARTÍSTICA

Livre Individual
Esta é a modalidade em que os patinadores patinam sozinhos para apresentar suas rotinas. As apresentações são sempre acompanhadas de músicas e combinam a dança com os elementos técnicos da patinação. Os patinadores são avaliados com relação à técnica e ao grau de dificuldade apresentados, e com relação à apresentação, que inclui posições, utilização da pista, balanceamento da coreografia e sua adequação à música.

Figuras Obrigatórias
É uma modalidade que vem sendo muito utilizada em competições e como parte do treinamento de atletas. Consiste na execução das figuras, que são avaliadas pelos juízes com relação à limpeza dos movimentos, perfeição do traçado, constância na velocidade. Executadas em círculos e bóculas, avaliando o eixo e a postura do patinador.

Solo Dance
Essa é uma modalidade muito difundida no mundo. O patinador executa movimentos livres de acordo com a musica, explorando sua expressão e simpatia no desenvolvimento da dança, incluindo muitos trabalho de footwork, sem saltos ou corrupios.

Dupla de Dança
Nesta modalidade os patinadores se apresentam em duplas formadas por um homem e uma mulher. O conteúdo das apresentações é semelhante ao dos solos. Porém, existem ainda os levantamentos, as piruetas em dupla (onde o casal gira junto) e os saltos lançados, onde o homem lança a mulher para a execução do salto.

Precisão
Nesta modalidade os patinadores patinam em grupos com 8 a 24 participantes. Aqui são apresentadas coreografias semelhantes às apresentadas por grupos como o Holiday On Ice ou o Ice Capades, danças coreografadas, porém com simetria de corpo e elenco.

Grupo de Show
Como o próprio nome já diz, esta é uma modalidade que é desenvolvida em grupo, um teatro em patins, você desenvolve um tema e o explora em cima das rodas.

HÓQUEI

O hóquei sobre patins é um esporte coletivo, em que os atletas rolam sobre patins e usam um stick para conduzir uma bola que tentam introduzir na baliza adversária. O hóquei em patins é jogado por cinco jogadores, quatro em campo e um guarda-redes. Neste esporte são utilizados os seguintes equipamentos: Patins (compostos por quatro rodas cada um, freios, bases e botas), stick e bola. Como equipamentos de proteção utiliza-se caneleiras, joelheiras, luvas e no caso do guarda-redes, protecção de coxa e mascara para a cabeça.

Hóquei tradicional foi a primeira modalidade da patinagem a conseguir o estatus de esporte olímpico, algo que aconteceu durante os Jogos Olímpicos de Barcelona, em 1992.

O esporte é praticado atualmente em cerca de trinta países, onde é muito apreciado em Portugal, Espanha, Itália e Argentina.

O hóquei tradicional chegou ao Brasil em 1952, por influência dos imigrantes portugueses que viviam no País. A primeira presença de equipes brasileiras em campeonatos mundiais foi em 1953, em Genebra, onde o Brasil se classificou na 10ª posição (total 13 países). Atualmente, e apesar das dificuldades económicas, o Brasil é a 5ª melhor seleção masculina e a 2ª Melhor seleção feminina do mundo.

ROLLER DERBY

O Roller Derby começou em 1935 com corridas de resistência sobre patins que ficaram populares durante a Grande Depressão nos EUA. Nesta época, a competição era mista e tinha como objetivo completar 57 mil voltas na pista. Em 1937, notou-se que os momentos mais excitantes desta corrida eram os choques entre os patinadores e desta forma, a competição mudou de uma prova de resistência para um jogo com patinadores de ataque e defesa em que os times jogavam em uma pista inclinada.

O Roller Derby clássico nunca desapareceu completamente e alguns times continuaram ativos após o declínio do esporte com algumas ligas se organizando para manter vivo o formato tradicional misto. Porém, a explosão repentina da popularidade do Roller Derby foi centralizada nas novas ligas femininas nos EUA, mas já se espalham pela Europa e Oceania. Agora, a América do Sul é o seu mais novo território.


Novidades e
ofertas exclusivas!